Vietnã Místico

(Pacote terrestre com vôos domésticos)
– 9 noites – visitando: Hanoi, Halong, Hanoi, Danang, Hoi An, Hue e Saigon
– Hospedagem em hotéis categoria 3* com café da manhã, além de 8 almoços e 2 jantares.
Traslado, e visitas aos passeios mencionados no roteiro
Traslado aeroporto / hotel / aeroporto.

 


→ A partir de US$2.175 *não inclui bilhete aéreo


 

  Roteiro da Viagem:

 

1º Dia (Terça): Hanoi
Chegada, recepção no aeroporto. Traslado ao hotel. Jantar em um restaurante local e pernoite.


2º Dia (Quarta): Hanoi
Café da manhã. Hanoi ainda conserva o mistério e o encanto de séculos passados. Os becos estreitos e as tendas tradicionais convidam a visitar a cidade, seus espaços públicos de grande beleza, como lagos, parques, bulevares ladeados por fileiras de árvores e monumentos dão à cidade um ar de elegância e harmonia junto com uma natureza única. Para começar, uma visita ao Templo da Literatura, uma série de tranquilos pátios murados e elegantes portões, e um dos exemplos mais conservados da arquitetura vietnamita tradicional. Fundado em 1070 e dedicado a Confúcio, também foi a sede da primeira universidade do Vietnã. Prosseguimento ao pequeníssimo Templo de um Pilar, que também data do século XI. Este templo foi reconstruído depois de ser destruído pelos franceses em 1954. Hoje em dia, está situado perto do vasto Complexo Memorial de Ho Chi Minh, um precioso parque que abriga o lugar de descanso final de Ho Chi Minh, assim como um museu. Início da visita pelo Mausoléu de Ho Chi Minh, de onde os visitantes podem contemplam respeitosamente o corpo embalsamado de Ho Chi Minh (o mausoléu fecha às tardes, às segundas e às sextas, e fecha cada ano em outubro e novembro para ser restaurado). Continuação através do parque até a Casa de Ho Chi Minh, singela morada com dois quartos na qual Ho Chi Minh viveu desde 1958 até o fim de seus dias (1969). Foi conservada nas mesmas condições que durante sua vida e pode ser vista através das janelas. Para terminar, caminhada pelas vias de trem de Hanoi, com duração de 3h30. Comece o passeio a uns poucos metros ao norte da estação principal de Hanoi. Caminhe pelas ruas estreitas por onde cruzam os trilhos do trem, menos de um metro de distancia da porta das casas. Aproveite essa paisagem original e fotogênica enquanto caminha pela rua até a 153 Phung Hung, onde retorna para o asfalto e  pode seguir pela calçada da rua. Passe pela frente das lojas funerárias. Continuação até a estação de trem Long Bien. A partir dessa estação, começa a cruzar a ponte até a sua metade, para ir por escada até a ilha urbana. Um pequeno intervalo para descansar. Continue cruzando a ponte e embarque no ônibus que levará até a estação de trem Gia Lam. Embarque no trem local junto com os habitantes locais até a estação Long Bien ou Hanoi. Embarque no ônibus para o traslado ao hotel. Pernoite.


3º Dia (Quinta): Hanoi • Halong
Café da manhã. Traslado em veículo de Hanoi até a baía de Halong. Saída de Hanoi a Baía de Halong, no camino faça uma breve parada para descanso. Acomode-se na sua cabine e desfrute de uma bebida de recepção a bordo. Comece o cruzeiro através da majestosa Baía de Halong enquanto é servido o almoço. Aprecie a baía mágica onde milhares de ilhas de pedra calcária esculpida surgem na orla como dentes de dragão. O cruzeiro passa por uma vila de pescadores e espetaculares cavernas. À noite, o Chef oferece um delicioso menu de frutos do mar frescos e outros pratos tradicionais. Pernoite. 


4º Dia (Sexta): Halong • Hanoi • Danang • Hoi An
Café da manhã e desembarque. Traslado em veículo de Halong ao aeroporto de Hanoi. Voo de Hanoi a Danang e traslado a Hoi An. Pernoite.


5º Dia (Sábado): Hoi An
Café da manhã. Visita a cidade de Hoi An, um povoado de mercadores que foi requintadamente conservado e declarada cidade patrimônio da humanidade da Unesco em 1999. Suas tendas coloridas e templos refletem um legado diferenciado, que data dos séculos XVI e XVII, quando era o porto mais importante para comerciantes ocidentais, chineses e japoneses. Hoje em dia, é um centro próspero de ofícios tradicionais e artesanatos. Um paraíso que é melhor explorado a pé. Possibilidade de passear pelas ruas de pedras, deixando para trás os edifícios de pouca altura com telhados de telha tradicional, o animado Mercado Central e o pequeno Porto onde estão amarradas as pequenas barcas de numerosas cores. O passeio a pé incluirá a visita a uma Casa Particular, em que os membros da mesma família viveram de forma contínua durante séculos em um ambiente tradicional, a uma das Capelas Familiares, construídas por famílias proeminentes de mercadores, como centros de culto ancestral, e a um típico Templo de estilo chinês. Finalmente, continuação até a famosa Ponte Coberta Japonesa, que foi construído originariamente em 1593 pela comunidade japonesa de Hoi An para unir o povoado com os bairros chineses da outra parte do córrego. Viagem até My Son por estrada, antigo centro religioso do reinado Champa, uma civilização sofisticada que dominou a região desde o século IV até o XIII. Hoje em dia, tudo o que resta são cinco enclaves arqueológicos de diferentes períodos em um precioso ambiente verde de colinas e córregos serpenteantes. Depois de uma breve visita ao Centro do Visitante para visão geral sobre a história e cultura Cham, visita às ruínas enquanto se anda pelos caminhos. Pernoite.


6º Dia (Domingo): Hoi An • Danang • Hue
Café da Manhã. Traslado a Hue. Visitando as montanhas de mármore no caminho: se trata de 5 colinas de pedra de mármore, que no passado foram ilhas. Diz-se que cada uma representa os cinco elementos do universo. A maior e mais famosa, Thuy Son, apresenta numerosas cavernas naturais em que foram construídos, ao longo dos séculos, santuários budistas. Quando os Champas dominavam esta área, estas mesmas cavernas foram usadas como santuários hindus. Pernoite.


7º Dia (Segunda): Hue
  Café da manhã. Excursão ao templo de Thien Mu com um passeio de barco pelo rio Huong Giang. Embarque em um barco local e ida pelo Rio dos Perfumes até o Templo de Thien Mu, uma elegante torre octogonal com sete níveis que se transformou no monumento mais conhecido de Hue. Durante os primeiros anos da década de 1960, se tornou um centro de protestos anti governamental. Visita da antiga cidade imperial. Situada no coração de Hue, a Cidadela Imperial é um vasto complexo construído no princípio do século XIX e desenhado de acordo com a cidade proibida de Pequim. As paredes originais se estendiam por 10 km e estão cobertas por um amplo fosso. Muitos dos edifícios foram destruídos devido aos bombardeios da guerra entre Vietnã e Estados Unidos,  mas os  monumentos  que  sobreviveram proporcionam uma idéia sobre a vida da corte da dinastia Nguyen. Aproxime-se da cidade, passando pela Torre da Bandeira, de onde uma enorme bandeira do Vietnã ondeia orgulhosa no alto, e pela imponente Porta Ngo Mon, a entrada principal ao recinto imperial, uma área com pátios espaçosos e tranquilas lagoas de lótus, e visita à residência Dien Tho (Palácio Dien Tho), onde vivia a rainha mãe. Visita ao Palácio de Thai Hoa, com a sala de recepções magnificamente decorada, a Sala dos Mandarins e as Urnas das Nove Dinastias originais, junto com outros lugares. Visita da tumba imperial do imperador Tu Duc. O imperador Tu Duc, que governou Hue há mais de 100 anos, construiu sua tumba quando ainda estava vivo e a usava para meditar, ler e performances teatrais. Havia pavilhões em um cenário tranqüilo de montanhas e lagos florestados. Logo visita a tumba imperial de Khai Dinh, situada em uma ladeira. A última das tumbas monumentais da Dinastia Nguyen, finalizada em 1931, que incorpora distintos elementos europeus na arquitetura tradicional vietnamita.  A tumba foi construída entre 1864 e 1867. Tu Duc, que foi o imperador que reinou por mais tempo, viveu uma vida luxuosa. Pernoite.


8º Dia (Terça): Hue • Saigon
Café da manhã.  Traslado ao aeroporto. Embarque para Saigon. Visita aos pontos turísticos de Saigon. Uma metrópole vibrante, Saigon está repleta de energia, atividade e movimento. Todo lugar que se olha, pode-se ver o encontro entre as vidas tradicional e moderna. O emergente horizonte moderno está face a face com edifícios coloniais e templos tradicionais. Tour no Palácio da Reunificação. Antigo Palácio da Independência do presidente Sul Vietnamita, essa construção de estilo sessentista foi invadida por tanques em 30 de abril de 1975, significando a queda do Vietnã do Sul.  Foi preservado no seu estado original, e os tanques continuam e exposição perto dos portões de entrada. Continuação ao centro histórico para visitar a Pagoda do Imperador Jade. Pague por uma rápida visita a neo românica Catedral de Notre Dame e ao Correio Central. Passagem pelos clássicos monumentos de estilo europeu, como a Prefeitura (Hotel de Ville), o antigo Teatro da Ópera (ambos somente podem ser vistos externamente). Para terminar, visita ao Mercado Central Ben Thanh, em que vendedores exibem uma ampla gama de produtos e artesanato, apelando para todos os gostos. Caminhada pela parte antiga de Saigon. Pernoite.

 


9º Dia (Quarta): Saigon
Café da manhã. Excursão ao mercado flutuante de Cai Be, com um passeio de barco até Vinh Long. De Saigon, ida ao coração do delta do Mekong até Cai Be, e embarque em um dos barcos locais para explorar o Mercado Flutuante de Cai Be, um animado mercado de barcas cheias de frutas e verduras, com una pitoresca catedral católica à margem do rio. Continuação ao longo de canais e vias fluviais menores, e parada nas Ilhas do Rio Mekong para visitar jardins e indústrias caseiras locais. É possível aproveitar enquanto se observa como os habitantes do delta elaboram iguarias tradicionais, como longyans secos, tortinhas de arroz e balas de arroz inflado, e assim contar com a possibilidade de degustar as iguarias locais. Desembarque em Vinh Long e retorno a Saigon. Pernoite.


10º Dia (Quinta): Saigon
Café da manhã. Excursão aos túneis Cu Chi. Os Túneis Cu Chi nunca foram descobertos pelas forças estadounidenses e foram uma importante base do Vietcong durante a guerra com os Estados Unidos. Esta incrível rede subterrânea se estende por mais de 200 km e foi cavada a mão.  Conectava postos de comando, hospitais, refúgios e fábricas de armas. Hoje em dia se pode caminhar pela região e perceber como era a vida diária do VC. Possibilidade de apreciar as entradas inteligentemente escondidas e as elaboradas armadilhas bomba. Também é possível aventurar-se a entrar nos túneis, alguns dos quais foram modificados para adaptar-se aos turistas. Traslado ao aeroporto.

Observações

Valores válidos até Abril/2019. Não inclui bilhete aéreo. Valor por pessoa com base em acomodação dupla. Sujeito à alteração sem aviso prévio, conforme disponibilidade dos fornecedores locais.